Tipps

A importância dos fones antirruído para pessoas neurodivergentes

Você já foi em uma festa, restaurante ou em um espaço com muitas pessoas onde o barulho se tornou incômodo? Essa sensação é comum quando se está em um lugar superlotado, mas, para algumas pessoas, a sensibilidade auditiva é ainda maior: sons comuns do dia a dia, como buzinas, o circular de pessoas e até mesmo conversas, podem causar desconforto. 

Uma das alternativas para reduzir os estímulos sensoriais é o uso de fones antirruídos, recomendados principalmente para pessoas neurodivergentes. O valor do produto pode não ser tão acessível, por isso é comum a busca por cupons Edifier exclusivo e descontos em marcas renomadas, garantindo economia na hora da compra.

Afinal, o que são pessoas neurodivergentes? 

O termo neurodivergente já existe há muito tempo, mas só nos últimos anos tem sido mais difundido e conhecido pela população. Apesar disso, é comum que quem não se encaixa nesse quadro ou não convive com pessoas neurodivergentes tenha algumas dúvidas. 

Uma pessoa neurodivergente ou neurotípica apresenta um tipo de funcionamento cerebral e comportamental que não se encaixa nas expectativas sociais e no “padrão” que conhecemos. Comumente, esses comportamentos são associados a algumas condições neurológicas, como o autismo e o TDAH.

A ligação entre os sons e a neurodivergência

Quando falamos de um comportamento fora do padrão, podemos entender que os fatores externos têm ligação direta com as ações e reações. Os sons se incluem nesse contexto, fazendo com que barulhos comuns do dia a dia possam se tornar gatilhos, despertando desconforto e incômodo. 

Isso acontece principalmente em quadros associados à hipersensibilidade auditiva, ou seja, pessoas que ouvem mais do que o considerado “normal”. Isso faz com que os sons que são comuns para a maioria se tornem mais altos e, consequentemente, criem um problema no dia a dia. Por isso, é comum observar pessoas neurodivergentes que tapam os ouvidos diante de algum som ou passam a ter até mesmo medo dos barulhos.

Os fones podem trazer melhor qualidade de vida

Felizmente, o mercado tem observado o perfil das pessoas neurodivergentes, à medida que o debate sobre o tema se populariza. A partir disso, diversos produtos têm sido criados para trazer mais conforto à rotina, incluindo os fones antirruído, que diminuem o volume dos barulhos ao redor. 

O produto funciona de maneira simples, cancelando ruídos. A tecnologia permite que o barulho externo seja neutralizado de forma ativa ou passiva, a depender da escolha do cliente. 

Nos modelos passivos, o fone envolve toda a orelha, fornecendo uma espécie de isolamento gerado por toda a construção do aparelho. Já nos modelos ativos, o som externo é monitorado e um som “espelho”, negativo ao ruído, é gerado, fazendo com que os sons se cancelem quando a frequência é refletida no fone. 

Dicas para escolher o melhor fone antirruído

Depois de conhecer mais sobre os fones antirruído, é comum surgir uma dúvida: como escolher o melhor? Não existe uma resposta correta, afinal, isso varia de acordo com as necessidades de cada pessoa. Para acertar na escolha, é possível considerar alguns pontos.

Conforto

O conforto é um dos pontos decisivos na hora de escolher um fone antirruído. É importante lembrar que ele será usado por longos períodos, por isso é essencial que a estrutura tenha um bom encaixe com as orelhas e o rosto, além de ser de um material confortável e de qualidade.

Duração da bateria 

A duração da bateria é um ponto muito importante na hora de escolher o melhor fone de ouvido antirruído. Como o aparelho é sem fio, o tempo da bateria determina o quanto você vai conseguir usá-lo no dia a dia. A dica é considerar o tempo que você passa exposto e comparar com as opções de duração! 

Controles

Tão importante quanto comprar um fone de qualidade, é conseguir usar o melhor dele no dia a dia. Por isso, é importante escolher uma opção que tenha controles fáceis e intuitivos, principalmente para as crianças. A conectividade do fone é outro ponto que merece atenção na hora da compra.